Peito Seco

Nesse artigo entenda o famoso sintoma do Peito Seco, muito conhecido no meio dos criadores.


20/11/2010 - Alterada em: 09/01/2016  



O QUE É?

O “Peito Seco” é uma síndrome muito conhecida entre os passarinheiros, também é conhecida como "“Peito Quilha"” e "“Peito Faca”" dependendo a região do país.
Não é uma doença, mas sim uma conseqüência de múltiplos fatores relacionados aos hábitos alimentares, tratamento e acondicionamento da ave.

O nome é dado pelo fato do pássaro ficar magro na região abdominal, porém o nome correto da doença é "Caquexia", que ocorre estado de fraqueza progressiva, principalmente pela falta de apetite, mal estar e desgaste.

Vários fatores podem contribuir para que a ave venha a emagrecer, originando a caquexia, alguns dos fatores mais conhecidos são: Parasitismo crônico, tuberculose, cryptosporidiose, tumores, infecções crônicas por mycoplasma, coccidiose subclínica, diabetes, redução na alimentação devido a ansiedade, depressão, e magoas que podem ocorrer diante de uma perda de um parceiro de gaiola ou mesmo mudança de ambiente ou troca de dono.

O Peito Seco é uma doença terminal, raramente aves com esses sintomas conseguem se recuperar, mas se diagnosticado a tempo e com o tratamento correto, pode-se salvar a ave.

COMO EVITAR?

Para evitar a doença é simples, basta ficar atento aos sintomas mostrados no texto anterior, observar se a aves comem corretamente, se não estão sendo expostas a stress no transporte ou mesmo sendo alvo de espantos repentinos, ou mesmo a mudança de proprietário, por exemplo o pássaro já esta acostumado com o dono e quando ele faz o famoso “rolo ou troca”, o pássaro pode vir a contrair esses sintomas por sentir falta do antigo dono, mas o fato mais comum é sobre a alimentação, nunca fornecer nada gelado a ave, pois podem provocar infecções no sistema digestivo e respiratório, impedindo o a ave de se alimentar, provocando fraqueza e dando origem assim ao Peito Seco.

TRATAMENTO

Se a sua ave já esta com a doença, o que deve ser feito imediatamente, é isolar a ave, e oferecer a ela medicamentos que tentem reverter o quadro. Um dos medicamentos mais conhecidos no meio dos passarinheiros é o COCCIDEX, um medicamento facilmente encontrado em Pet Shops, Aviculturas, Agropecuárias e Loja Especializadas em Aves e Pássaros. Não é um medicamento caro, e a maioria é vendida fracionadamente, sendo assim você pode comprar apenas o suficiente para realizar o tratamento da ave infectada. Existem outros medicamentos como Penavit Plus, 100 P.S. e Peito Sadio, entre outros.

O Medicamento deve ser oferecido ao pássaro infectado, através do bebedouro, adicione a quantidade do medicamento conforme indicado na bula ou recomendada pelo médico veterinário na água do bebedouro e forneça essa água ao pássaro durante o período estipulado pela bula ou pelo veterinário.

Muitas pessoas usam esse medicamento mesmo quando não existe foco nem sintomas da doença, fazem apenas como prevenção, basta utilizar o medicamento com uma diluição maior do que a utilizada quando se tem a doença.

Esperamos que esse artigo tenha ajudado você a entender um pouco mais sobre essa doença.
Se tiver qualquer outra informação para acrescentar ou dúvida, envie um e-mail para [email protected] que estaremos dispostos a te atender.

Outros Posts

Jandaia-amarela pousa no ombro de uma repórter e ela surta ao vivo.

Jandaia-amarela pousa no ombro de uma repórter e ela surta ao vivo.

Alimentação correta: O que pode ou não dar para as aves

Alimentação correta: O que pode ou não dar para as aves

Grazi Massafera tira Selfie com Calopsita

Grazi Massafera tira Selfie com Calopsita

Pássaro tenta acasalar com outro macho morto

Pássaro tenta acasalar com outro macho morto



Comente este Post