Queda das Penas

Entenda esse frequente fenômeno da queda das penas das aves.


23/06/2008 - Alterada em: 12/01/2016  



Definição

A queda das penas trata-se de um comportamento anormal que certas aves (normalmente psitacídeos) exibem, consistindo na mutilação das suas próprias penas ou das do seu companheiro mais próximo.

Sinais

Algumas aves começam a retirada de suas penas da parte interior das patas ou as do peito, outras nas penas das asas ou mesmo as da cauda. Em geral o aspecto da ave é de penas desalinhadas e com vários graus de perda de penas pelo corpo.

Causas

São muitas as causas para esse comportamento, vejamos as mais freqüentes:

Nutrição inadequada: Aves que estão acostumadas a serem alimentadas sempre com determinadas sementes ou fruto fica difícil convencê-las de comer toda a variedade de alimentos que existem em rações comerciais no mercado. Exemplo: Se seu papagaio se alimentar apenas de sementes oleaginosas (girassol) o animal fica obeso fazendo com isso uma das principais causas do arranque de penas, devido ao acúmulo de gordura no subcutâneo, irritando a pele. Quando esses animais passam a ter uma dieta adequada sua plumagem volta a ter uma bela aparência.

Irritação ou alergia: Algumas aves sofrem de alergia inalatória (polém, bolores) ou mesmo ao fumo do tabaco e de outros animais, tendo assim reações alérgicas praticando o arrancamento de suas penas.

Emocionais (estresse): Vamos apresentar algumas situações que podem conduzir ao estresse e desencadear ao comportamento do arranque das penas. Muitas pessoas ao adquirir uma ave, dedica uma enorme atenção a ela, depois de passada a novidade alguns proprietários deixam de prestam tanta atenção ou mesmo quando adquirem outro animal de estimação ou ao nascimento de um filho e que a atenção passa a ser dividida ou anulada, fazendo com que a ave sinta ciúmes e frustração, arrancando suas penas para chamar atenção.

Alguns machos adotam esse comportamento de estresse com a presença de outro macho, principalmente aves de canto (azulão, Curió), que disputam território.

Aves que ficam em gaiolas inadequadas a espécie e isoladas também apresentam o arrancamento das penas.

Procure variar o ambiente, deixar a ave em local onde haja movimento de pessoas da casa, fornecer brinquedos, galhos de árvores para bicar, enfim, eliminar o tédio e dar segurança à ave. 
Para aves de canto procure separar os pássaros e colocá-los em um local tranqüilo e uma gaiola grande onde possibilite o Vôo.

Coloque no piso da gaiola uma banheira com água (o banho é muito importante para qualidade de vida das aves) e banho de sol no período da manhã (08:00 - 09:30).

A título preventivo, não preste demasiada atenção à sua ave de estimação se não puder manter esse cuidado pela vida fora. Brinque com ela 1 a 2 horas por dia, mas o resto do tempo permita-lhe ter a sua própria independência. Deixar a televisão ligada perto dos psitacídeos é um fator positivo que estimula tanto a visão como a audição das aves prevenindo o aborrecimento. Sobretudo não subestime a inteligência destes animais. Um ser vivo tão esperto e ativo é de se esperar que desenvolva problemas comportamentais tais como arrancar as penas caso se aborreça dentro de uma gaiola por falta de atenção ou estímulos para a brincadeira.

Tratamento

Antes de um tratamento, a aves deve ser encaminhada a um especialista médico veterinário para estabelecer um diagnóstico correto para um tratamento eficaz.  As causas mais comuns são as dietas e o estresse, portando uma alimentação balanceada é fundamental para uma boa saúde, pois nem só de sementes vive uma ave. Em suspeitas de problemas alérgicos o melhor é remover a ave para uma outra gaiola por um período de 90 dias, havendo melhoras, descobrir o alérgeno responsável, nos casos de proprietários fumantes, evitar praticar o vício perto das aves. 

Escrito por: Jacqueline R. F. Cremoneze

Outros Posts

Máquina faz pessoa voar como pássaro

Máquina faz pessoa voar como pássaro

Pássaros se confundem com Pipa em festival.

Pássaros se confundem com Pipa em festival.

Foz do Iguaçu receberá araras-azuis-de-lear vindas da Espanha

Foz do Iguaçu receberá araras-azuis-de-lear vindas da Espanha

Primeiras espécies modernas de pássaros apareceram na América do Sul

Primeiras espécies modernas de pássaros apareceram na América do Sul



Comente este Post