Desmame Precoce em Calopsitas

As pessoas estão comercializando calopsitas de uma forma desregrada e sem critério


16/09/2007 - Alterada em: 13/01/2016  



 

Atualmente virou modismo que as pessoas tenham em casa essas aves tão lindas e dóceis que são as calopsitas. Para tanto os criadores ficaram muito animados e começaram um processo desenfreado de produção destas avezinhas.

Nascidos os filhotes em incubação natural, devemos verificar todos os dias se a fêmea os esta tratando e alimentando. Caso não estejam sendo tratados, podemos passá-los para uma outra mãe da mesma espécie, desde que seja comprovada sua atuação como mãe. Muitas vezes isto não é possível e então fica para nós, criadores, a responsabilidade de estar tratando dos filhotes. 

Podemos manter estes filhotes na forma manual, fornecendo alimento caseiro ou comercial, sempre balanceados, de 5 a 6 vezes por dia, com o auxílio de uma seringa plástica, e com muito cuidado.
Hoje no comércio , encontramos excelentes opções de “papas” para alimentação dos filhotes e de produção idônea.

O que muitas vezes observamos na clínica de aves, são proprietários desesperados por não saberem cuidar convenientemente dos filhotes desmamados precocemente pela ambição de estar comercializando-os de uma forma desregrada e sem critério. Para este tipo de criador, gostaria de fazer um alerta que, as aves que são desmamadas precocemente, irão sofrer muitos tipos de stress, mas principalmente devemos cuidar do aquecimento e alimentação. Teoricamente um filhote que não se alimente por 6 horas ficará muito mal e para tanto, devemos ser esclarecidos do perigo em não termos tempo livre durante  do dia para procedermos corretamente a administração da “papa”.

O filhote somente alimentado artificialmente deve permanecer em local ou gaiola aquecidos, por duas lâmpadas de 40W de feixe fosco, mantendo 37ºC, e deve-se tomar cuidado para não ter chance de encostar na lâmpada. Enquanto do filhote come, devemos limpar o alimento que gruda nas penas antes que resseque. Limpar a região da boca do filhote com cotonetes, para não acumular e fermentar esta comida até a próxima refeição. 

Devemos cuidar com responsabilidade pois, as aves são seres extremamente frágeis e vulneráveis a muitos fatores ambientais. 

Cuidado com a ambição, ela pode lhe custar muito caro.

Escrito por: Maria Célia Monteiro

Outros Posts

E-book - 10 Segredos para o sucesso na criação de pássaros

E-book - 10 Segredos para o sucesso na criação de pássaros

Dicas para a criação correta de pássaros

Dicas para a criação correta de pássaros

Veja o Papagaio mais inteligente do mundo

Veja o Papagaio mais inteligente do mundo

Pássaros Silvestres - Aquisição Legal

Pássaros Silvestres - Aquisição Legal



Comente este Post